Autores

Análises Teóricas

Cláudio EufrausinoMetáforas do raro: aproximações de um estatuto semiótico para a raridade
Doutorando em Literatura, mestre em Comunicação e graduado em Comunicação/Jornalismo, os três pela Universidade Federal de Pernambuco. No momento, pesquisa como os gêneros literários, particularmente o gênero épico, reescrevem-se em narrativas de super-herói.

Glauco CazéRecifração dos conflitos modernos: uma busca pela alma coletiva
Mestrando em Teoria da Literatura pela Universidade Federal de Pernambuco, possui Graduação em Letras pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO). Especialização em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira, atuando principalmente no seguinte tema: TEATRO. Professor de Literatura Brasileira em colégios da rede particular nas cidades de Recife e Olinda.
Estudos Comparados

Anuska VazAmizade: variação e permanência
Possui Graduação em História pela Universidade de Pernambuco (2007), Especialização em Cultura Pernambucana pela Faculdade Frassinetti do Recife (2009) e Graduação em Letras/ Crítica Literária pela Universidade Federal de Pernambuco (2010). Mestranda em Teoria da Literatura pela Universidade Federal de Pernambuco, atua na área de Letras, com ênfase em Literatura Portuguesa, Literaturas de Expressão Hispano-Americana e Literatura Brasileira Contemporânea

Fernando OliveiraA presença da Divina Comédia de Dante Alighieri, em Avalovara, de Osman Lins: Uma leitura sobre a recriação de Beatrice em Anneliese Roos, Cecília e a Muher-Sem-Nome
Doutorando em Teoria da Literatura pela UFPE, bolsista da CAPES; mestre em Teoria da Literatura pela mesma instituição (2011). Graduado em Letras, Licenciatura Plena em Português/Inglês, pela UNICAP (2008). Ex-bolsista do PIBIC/UNICAP (2006-2007), com pesquisa sobre a ficção do escritor pernambucano Osman Lins. Colaborador do Grupo de Pesquisa Literatura e Intersemiose (NELI/CNPq), atuando nas seguintes linhas de pesquisa: Estudos sobre a obra de Osman Lins; Literatura e Estudos Judaicos; Literatura e Medicina; Literatura e Natureza; Literatura e outras Artes.

Mahely BarrosNem trevas, nem caos: o preciosamente precário em Borges, Bergman e Montaigne
Possui Graduação em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco (2006) e Especialização em Cultura Pernambucana pela Faculdade Frassinetti do Recife (2009). Mestranda em Teoria da Literatura pela Universidade Federal de Pernambuco, atua na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira e Portuguesa.

Literatura e Sociedade

Alberes SantosEscritos de guerra em literaturas africanas de língua portuguesa: representação bélica e seus efeitos na sociedade
Possui graduação em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco (2010). Participou do Programa de Educação Tutorial (PET LETRAS) de 2009 a 2010. Atualmente cursa o Mestrado em Teoria da Literatura no Programa da Pós-Graduação em Letras da UFPE. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira, Teoria Literária, Literatura moçambicana e Língua Portuguesa.

Frederico MachadoO Noviço Rebelde: a crítica social de Martins Pena
Professor de Teoria da Literatura da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda e aluno do Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Teoria da Literatura (UFPE).

Kleyton PereiraPoesia e Modernidade em Álvaro de Campos
Mestre em Letras/Teoria da Literatura pelo Programa de Pós-Graduação da UFPE (Fev/2009), possui graduação em Letras pela Faculdade Frassinetti do Recife – FAFIRE (2004) e Especialização em Literatura Luso-Brasileira (2006) pela mesma instituição. Tem experiência na área de Literaturas Luso-Brasileiras, atuando principalmente com seguintes temas: Teoria e Crítica Literária, Literaturas Comparadas, Literaturas de Língua Portuguesa. Atualmente é doutorando do PPG em Letras/Teoria da Literatura da UFPE e bolsista da CAPES. Ensina as Literaturas Brasileira e Portuguesa na Faculdade Frassinetti do Recife – FAFIRE, onde também é membro do Núcleo Docente Estruturante (NDE) do Departamento de Letras da FAFIRE e coordenador do Centro de Estudos e Debates – CENEDE.

Thiago CorrêaA metalinguagem como crítica em O jardim do diabo: problematizações da Indústria Cultural e da Realidade
Thiago Corrêa Ramos é jornalista, graduado pela Unicap (2008) e com especialização em Jornalismo e Crítica Cultural pela UFPE (2006). Já trabalhou nos jornais Folha de Pernambuco, Diario de Pernambuco, colabora com o suplemento Pernambuco e é um dos integrantes do grupo literário Vacatussa. Atualmente cursa o mestrado em Teoria da Literatura (UFPE), onde pesquisa experiências nacionais de narrativas literárias na internet.

Alteridades

Carla Araújo “Je est une autre”: Notas sobre autoficção em Il sentiero dei nidi di ragno
Carla Araújo Lima da Silva, graduada em Letras – Licenciatura plena em Português/Inglês – pela Universidade de Pernambuco (2008). É mestranda em Teoria da Literatura pela Universidade Federal de Pernambuco. Exerce a função de professora concursada pela Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco desde 2008, ministrando aulas de Literatura Brasileira, Língua Inglesa e Língua Portuguesa. Possui interesse e direciona estudos nos seguintes temas: Literatura Italiana, Literatura de Língua Inglesa, Literatura Brasileira, Literatura Comparada e Teoria da Ficção. É bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq.

Jéssica Oliveira A condição do sujeito no Livro do Desassossego
Possui graduação em Letras pela Faculdade São Miguel e especialização em Literatura Brasileira pela Fafire. Atualmente, é mestranda em Teoria da Literatura pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE. Atua principalmente no ensino de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira, como professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco – IFPE. Atuou, ainda, como professora de Língua Portuguesa do João Cavalcanti Petribu (Rede Estadual de Ensino), do Colégio de Aplicação da UFPE, e como tutora da disciplina Teoria Literária na graduação em Letras (modalidade EAD) pela Universidade Aberta do Brasil/Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Devires tradutológicos

Flávia AdolfoTradução de textos de humor: quando a tradução literal não é suficiente
Graduação em Letras – Bacharelado em Tradução Inglês/Português (2009) pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Especialização em Metodologia da Tradução (2011) pela Faculdade Frassinetti do Recife (FAFIRE). Seu principal interesse acadêmico é a aplicação das teorias da tradução à análise de traduções de textos literários, principalmente os de humor. Atualmente trabalha como coordenadora pedagógica em um curso de línguas estrangeiras, treinando e acompanhando professores de turmas de todas as faixas etárias, além de atuar na área de tradução/versão e revisão de textos em inglês/português.

Gustavo TáribaAo meu amigo Steven com carinho…
Graduado em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco (2011), com ênfase em Tradução. Concluiu em 2009 o curso da rede FLE (Français Langue Etrangère), na Université Lumière Lyon 2. Atualmente trabalha como professor de língua francesa na instituição Alliance Française de Recife.

Anúncios

Participe da transformação de Versão Beta. Deixe registrada sua opinião e sugestões de alteração para este artigo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s